Imagem capa - Por Que Casar de Branco? por Studio JR.
Casamento

Por Que Casar de Branco?

Os vestidos de noiva de casamento trazem beleza, glamour e muitos são feitos sob encomenda, para satisfazer ao máximo as futuras esposas. A opção pelo branco para o vestido de casamento parece unânime entre as brasileiras, porém a cor não prevalecia antigamente.

Em séculos anteriores, as noivas adotavam o vermelho, verde, dourado e até o preto. O importante, nessa época, não era a cor do vestido de casamento, e sim sua beleza e luxo.

Você já tem em mente o vestido do seu casamento? Já definiu a cor branca sem pestanejar?

Descubra agora por que casar de branco e entenda um pouco mais sobre a origem desta tradição que perdura até hoje.

Como surgiu a prioridade pelo vestido de casamento branco?

Alguns fatos podem ter os responsáveis pela predileção do vestido branco. Há divergências na origem, porém muitos historiadores afirmam que a coroação de Napoleão Bonaparte como Imperador, em 1804, deixou fortes influências para o vestido de casamento branco.

Esse evento for marcado, primeiramente, pelo casamento as pressas de Napoleão Bonaparte e Josefina, e depois teve a coroação de Napoleão. Na ocasião, a noiva usava um vestido branco exclusivo bordado com fios de ouro, enquanto Napoleão também vestia trajes brancos.


Há quem diga que a tradição veio com o casamento de algumas rainhas. Devido às suas influências, muitas noivas se espelhavam nelas. Alguns estudiosos apontam para a rainha da Escócia, Mary Stuart, que se casou no século XVI com um vestido de casamento branco marcante.


Outros especialistas indicam a rainha da França, Maria de Médici, pela popularização do vestido de noiva de casamento. No século XVII, ela se casou com um traje branco repleto de detalhes dourados.


Por fim, a origem também pode ter surgido graças à rainha Vitória da Inglaterra, no século XIX. Considerada uma das primeiras a se casar por amor, a Vitória usou um vestido de casamento branco, que não era comum para época.


Dessa maneira, o vestido de noiva de casamento da rainha Vitória representava o romantismo do casal. Além disso, ela também inovou ao substituir sua coroa por flores na cabeça, além do uso do véu.


Por que casar de branco?


O vestido de noiva de casamento branco tem forte simbologia, representando pureza, inocência e paz. Apesar de muitas noivas escolherem essa tonalidade pela tradição e significados envolvidos, outras optam devido à sua estética.

Dessa forma, o vestido de casamento branco tem facilidade para combinar com os acessórios e ainda realça positivamente a pele das mulheres.


Há ainda o significado espiritual, pois o branco também pode simbolizar a castidade, cujo este conceito é respeitado por muitas noivas antes do casamento.


Por isso, são muitos os motivos para as noivas usarem os vestidos de casamento branco. Talvez uma combinação destes fatores influencie você e as noivas em geral.


Acompanhe agora como se comportavam os vestidos de casamento brancos ao longo dos últimos 100 anos.


  • 1910

Os vestidos de casamento branco de 1910 eram inspirados na Belle Époque da França. Possuíam modelagens mais soltas, com diversos incrementos. Os véus grandes e enfeites sutis de flores na cabeça representam bem a moda da época.


  • 1920

Na década da primeira guerra mundial, as noivas realizavam a cerimônia de casamento com trajes branco e desenhos retos. O modelo não delineava o corpo, mas em contrapartida, a feminilidade vinha com os bordados e pedrarias que refinavam o vestido de casamento da noiva. Os véus longos também prevaleciam.


  • 1930

O que marcava os vestidos de casamento brancos em 1930 eram as mangas longas. As peças já não eram tão retas, e por isso apareciam mais as curvas da noiva. O vestido de casamento longo da época permitia pequenos decotes.


  • 1940

Nesse período, a crise econômica durante a segunda guerra mundial dificultava na compra dos tecidos. Sendo assim, havia um limite para adquirir as roupas de países como Estados Unidos, França e Inglaterra.

Por isso, os vestidos de casamento simples predominaram, sendo que muitas mulheres se casavam de tailleur, que é conjunto formado por um paletó e uma saia.


  • 1950

Os anos de 1950 mudaram de vez o estilo do vestido de noiva branco. Cheio de elegância, o traje definia a silhueta da cintura, tinha mangas longas e golas altas.


  • 1960

A rebeldia e a quebra de padrões determinaram nessa década. O vestido de casamento curto era uma tendência, assim como peças modernas em cortes geométricos.


  • 1970

Foi marcado pela mistura de tipos. Há quem optava pelo estilo retrô, outras noivas preferiam empregar a sensualidade nos vestidos brancos e algumas acompanhavam a moda hippie.

Deste modo, os modelos podiam ser clássicos, como na década de 40 ou ainda leves com rendas e flores, trazendo amor e paz.


  • 1980

Havia exageros no vestido de casamento branco, seja no volume, nas cores, brilhos e até nas ombreiras. O destacado traje da princesa Diane marcou esta época.


  • 1990

A fase carregada dos anos de 1980 voltou para sua simplicidade. Na era de 1990, os vestidos de noiva de casamento eram elementares, com novas leituras dos vestidos mais clássicos.


  • 2000

Em 2000, os vestidos de noiva de casamento branco agregavam toques de cores. Tinha criatividade para misturar as tendências das últimas décadas, mas sempre pensando em trazer contemporaneidade para as peças.

Além disso, o vestido de casamento longo ou curto possuía o tomara que caia em muitos casos, sendo que este item se tornou muito cobiçado entra as mulheres.


  • Atualmente

Você é quem define o melhor estilo de vestido de casamento branco. Escolha um tipo que reflita suas principais características. Pode ser elegante, clássico ou moderno, use sua personalidade para você definir o melhor traje.


Conclusão

Seguindo a tradição, as noivas em geral sonham numa cerimônia com o vestido de casamento branco. O branco tem forte simbologia com a paz, inocência e pureza, qualidades que representam muito bem uma noiva.


Inicialmente, a cor branca dos trajes de casamento pode ter se tornado um padrão graças à Josefina, esposa de Napoleão Bonaparte, ou ainda às diversas rainhas. Elas se destacaram em suas cerimônias com vestidos brancos e requintados.


Da década de 1910 até os dias de hoje, o traje branco da noiva teve diferentes estilos, como por exemplo, já foram longos, curtos, trajes retos, trajes geométricos, simples, exuberantes, modernos, clássicos, com tomara que caia e outros variados padrões.